Por Que Meu Cartão Não Foi Aprovado?

Vários leitores do blog nos enviam mensagens questionando sobre os motivos de uma proposta de cartão recusada. É sempre muito ruim quando estamos com as contas em dia e o banco simplesmente nega o acesso ao crédito, mas existem sim razões, às vezes bobas, para que o cartão não seja aprovado. Como já comentamos, as instituições financeiras realizam uma análise de crédito (clique para saber como ela é feita) antes de emitirem o cartão. Nessa análise, vários critérios serão levados em consideração e, diferentemente do que muitos pensam, não é só o nome sujo que pesa na avaliação. Abaixo, listamos os principais motivos que podem fazer com que sua proposta seja recusada.

Cartão Negado

Cartão Negado

Muitos Empréstimos e Financiamentos

Não importa que as parcelas estejam em dia. Se você tem muitos empréstimos ou financiamentos em seu nome, e muitos pode significar apenas “mais que um”, é bem possível que sua proposta seja recusada pelos bancos. Você emprestaria dinheiro para alguém que está cheio de dívidas? Nesses casos, a instituição financeira considera que o acúmulo de contas pode fazer com que você não pague a fatura do cartão em dia, porque sua renda está comprometida com outros pagamentos.

Gastos Excessivos Com o Cartão

Esse é um fator ambíguo, porque pode pesar contra ou a favor da aprovação do crédito. Há alguns anos, uma amiga ficou desempregada e começou a gastar muito em três cartões diferentes para pagar as contas. O que aconteceu? Outro banco a procurou para oferecer um cartão com limite ainda maior. No entanto, em alguns casos, o uso excessivo de um cartão, sempre com despesas muito próximas do limite, pode ser considerado com um risco maior para a empresa que oferece o crédito.

Renda Abaixo do Exigido

Os bancos oferecem cartões de crédito para pessoas com vários tipos de renda, mas nem sempre o mínimo exigido fica claro para quem solicita. Por isso, um dos motivos para a reprovação do cartão costuma ser a renda insuficiente. Quem recebe um salário mínimo, por exemplo, pode ter acesso a um cartão nacional, mas não conseguir um cartão internacional. Como os custos de alguns cartões são maiores, eles ficam limitados a quem tem uma renda maior, como é o caso das versões platinum, black e infinite. O ideal, portanto, é adequação do produto solicitado à sua renda.

Muitos Cartões de Crédito

Essa regra é tão ambígua quanto a do uso excessivo (como você pode ver no exemplo da minha amiga). A quantidade de cartões que você possui pode sim interferir no resultado da análise de crédito, principalmente se o modo como você os utiliza não for exatamente o ideal. No entanto, se o emissor considerar que, apesar do excesso de cartões, você tem condições de arcar com mais uma conta, o cartão poderá ser aceita. A verdade é que isso vai depender muito da instituição e dos outros fatores que também podem interferir na avaliação.

Problemas de Pagamento

Os consumidores que têm o hábito de atrasar contas ou esquecer de pagá-las também pode se prejudicar na análise de crédito. Mesmo que no momento você não tenha qualquer conta pendente, esse histórico problemático será visto com um ponto negativo. Lembre-se sempre que todo o seu “passado financeiro” é investigado durante a análise. Então, esses hábitos pesam sim na aprovação do cartão. Esse é mais um motivo para você buscar manter o controle financeiro e fugir do endividamento.

Saída Recente de Cadastros Negativos

Muitos de nossos leitores dizem “é um absurdo o cartão ser recusado, meu nome não está mais sujo”, mas se esquecem que os bancos não olham apenas isso. Se seu nome esteve no SPC, Serasa o outro cadastro negativo recentemente, é bem possível que isso seja visto com maus olhos. Quando a situação de inadimplência ocorreu há vários anos, as chances do cartão serem aprovados são maiores. No entanto, quem esteve com o nome sujo há pouco tempo pode não conseguir que a proposta seja aceita. Outro fator relevante é a frequência com seu CPF aparece nos cadastros. Ainda que as dívidas sejam quitadas, isso quer dizer que você tem uma tendência a se enrolar com as contas.

Financiamento Em Outro Cartão

Muitos brasileiros costumam solicitar outro cartão quando foram obrigados a financiar as dívidas de outro. Como o limite fica praticamente zerado nessas situações, a pessoa se sente tentada a adquirir mais um cartão para poder comprar. Além de ser uma péssima saída para o bolso, esse comportamento está entre os mais negativos para uma análise de crédito. Afinal, se você não conseguiu pagar uma dívida anterior ainda, como pode querer contrair uma nova despesa? Quem quer obter um segundo cartão deve estar sempre quitar o valor total da fatura do primeiro cartão.

Conta Bancária Recente

Na análise de crédito, a relação financeira com bancos também é contabilizada. Por isso, clientes com contas antigas, investimentos e bons antecedentes financeiros são melhores avaliados. Em compensação, contas bancárias recentes ou mesmo a ausência de uma conta costuma ser um fator negativo. Isso não quer dizer que essa pessoa não vá conseguir um cartão de crédito, mas vale a pena tentar obter a forma de pagamento com o próprio banco, respeitando o limite adequado à sua renda.

Idade

Pode parecer estranho, mas a idade também é analisada pelos bancos e financeiras. A razão é bastante semelhante à mencionada acima, em relação à conta bancária. Jovens com menos de 21 anos não costumam ter um histórico financeiro positivo ao seu favor, justamente porque estão iniciando a vida adulta. Assim, dependendo do cartão solicitado, a idade é considerada como um desabono. A melhor pedida nesses casos são os cartões universitários, voltados especificamente para esse público.

Problemas na Proposta

Hoje em dia é muito comum que as propostas de cartão sejam preenchidas pela internet, como sempre mostramos aqui no blog. O problema é que muitos interessados acabam se esquecendo de anexar os documentos comprovatórios, como comprovante de renda ou residência. Esse erro, como você deve imaginar, é fatal para a emissão do cartão. Além disso, pequenas falhas no preenchimento, como um número de documento errado, também podem contribuir para que o cartão seja negado.

Instabilidade Profissional

Uma boa forma de entender a análise de crédito é pensar para quem você emprestaria dinheiro. Sabe aquele cunhado que vive mudando de emprego, será que ele merece confiança? Os bancos agem de forma bem semelhante. Essa instabilidade pode representar irresponsabilidade financeira e, consequentemente, mais risco para a oferta de crédito. Quanto mais estável for sua vida de um modo geral, melhores são suas chances de obter um cartão.

Nome Sujo

Enfim chegamos ao critério mais temido pelos consumidores, nem sempre levado em consideração por bancos e financeiras. Claro que o acesso ao crédito é bem mais restrito para quem está com o nome sujo, impedindo, muitos vezes, a obtenção de um cartão. O que queremos dizer é que esse não é motivo mais recorrente de recusa, nem o fator mais negativo para a sua análise de crédito. O problema, muitas vezes, é que o indivíduo nem sabe que está com restrições no nome, mesmo com a obrigação legal de comunicação por parte dos credores. A surpresa negativa, sobretudo se o problema não for comprovado, pode ser usada para solicitação de indenização por danos morais.

Postado por Mila Silva. Veja mais cartões de crédito emitidos por: Artigos e também com características semelhantes: , , , , , , , , , ,
RSS por email

Deixe sua opinião “Por Que Meu Cartão Não Foi Aprovado?