Juros do Crédito Rotativo

Você faz ideia de quanto você paga para usar o serviço chamado de crédito rotativo? Para quem não sabe, o rotativo do cartão de crédito é acionado quando o usuário não paga o valor total da fatura. Nesse caso, o restante é jogado para o mês seguinte ou financiado e a administradora passa a cobrar uma taxa mensal sobre o valor devido.

No final do ano passado, a Proteste (Associação de Defesa do Consumidor), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, realizou uma pesquisa com os principais cartões de crédito brasileiros. O objetivo era conhecer melhor os juros cobrados pelo crédito rotativo e o resultado, como era de se esperar, foi bastante impressionante.

Juros do Cartão de Crédito

Juros do Cartão de Crédito

Estudo da Proteste

A pesquisa analisou 60 cartões de crédito brasileiros. Segundo os resultados, a média anual é de 280,92% no crédito rotativo do cartão. A taxa é a maior em comparação a outro cinco países – Argentina, Chile, Colômbia, Peru, e México. A média cobrada no Peru, que ocupa o 2º lugar no ranking, é 525% menor que a brasileira. A Colômbia conta com a menor porcentagem: 28% ao ano.

O estudo mostra ainda que a taxa pode chegar a 700% ao ano nos cartões mais caros, como é o caso do Santander Platinum. Com essa cobrança, se o cliente pagar somente 20% do valor total de uma fatura de R$500,00, estará devendo R$3.000,00 depois de um ano. Por isso, o órgão de defesa do consumidor atribui ao rotativo do cartão grande parte dos casos de endividamento no país.

O que Fazer?

Diante desse quadro alarmante, a orientação da Proteste é clara: evitar o uso do crédito rotativo. Pague sempre  valor total da fatura e não ultrapasse a data de vencimento. Em uma situação de emergência, é melhor pedir dinheiro emprestado para alguém ou mesmo recorrer a um empréstimo com juros reduzidos.

Postado por Mila Silva. Veja mais cartões de crédito emitidos por: Artigos e também com características semelhantes: , , , ,
RSS por email

Deixe sua opinião “Juros do Crédito Rotativo