Como NÃO Pagar Anuidade no Cartão de Crédito

Pagar a anuidade do cartão de crédito é algo bastante desagradável e prejudicial a nosso bolso, ainda mais quando optamos por cartões caros e repletos de benefícios. Em alguns casos, a cobrança anual pode ultrapassar a casa dos R$1 mil, pesando no bolso até de quem tem uma renda elevada. E mesmo quando a tarifa é mais barata, ficamos com a sensação de que esse dinheiro está indo para o buraco, já que as administradoras lucram com a oferta de cartões independente dessa cobrança.

Levando tudo isso em consideração, hoje daremos algumas dicas para você que quer reduzir o valor da anuidade do seu cartão ou ficar livre dessa tarifa de vez. Com algumas estratégias, é possível conseguir bons descontos e até zerar a tarifa anual.

Escolha um Bom Cartão

Quem ainda não tem um cartão de crédito pode começar do jeito certo logo na escolha do produto. Existem no mercado cartões que não cobram anuidade (veja a lista de cartões com anuidade grátis). A maior parte deles é do tipo co-branded, ou seja, vinculado a uma marca. Nesses casos, as empresas que colocam seu nome no cartão eliminam a cobrança para atrair um maior número de clientes.

Existem também os cartões que cobram uma taxa de utilização em vez de uma tarifa anual. Esse tipo de cartão é mais vantajoso para quem usa a forma de pagamento poucas vezes no ano, mas costuma sair mais caro se você tem o hábito de comprar no crédito todos os meses.

Escolha do Cartão

Escolha do Cartão

Negociação Com o Banco

Os usuários que optam pelo cartão múltiplo (crédito, débito e movimentação de conta no mesmo plástico) têm a possibilidade de zerar a anuidade negociando com o banco. O que vai pesar para esses usuários é a boa relação com o banco.

Se você é cliente há muito tempo, possui investimentos na instituição, nunca esteve com o nome sujo e apresenta renda estável, é bem possível que esses argumentos sirvam para uma solicitação de redução ou gratuidade da anuidade. Para tanto, é necessário que você vá até o banco e utilize toda a sua lábia em uma conversa franca com o gerente. Explique que o uso frequente do cartão já é o suficiente e lembre-o de que você pode trocar o banco por outra instituição que oferece condições mais interessantes para o cartão de crédito.

Trocas Que Valem a Pena

Estamos falando da isenção total da cobrança de anuidade, mas é importante que os usuários de cartão tenham em mente que essa tarifa pode vale a pena. Para começar, uma boa forma de tornar a anuidade vantajosa é utilizando os programas de recompensas oferecidos pelas bandeiras e pelas administradoras.

Na prática, quanto mais você utiliza os serviços adicionais oferecidos, melhor é o investimento feito com o pagamento anual. Seguros de viagem, serviços de assistência e outros adicionais do cartão também devem ser contabilizados para que você verifique se a anuidade está sendo bem paga. Ainda assim, é bem possível que com uma boa negociação você consiga reduzir o valor cobrado.

Programas de Pontos

Mencionamos os programas de pontos como algo que compensa o pagamento da anuidade, mas existe uma outra questão a ser observada. Vários cartões possibilitam que os pontos acumulados nos programas sejam trocados por descontos da cobrança anual. Dessa forma, ao concentrar os gastos no cartão, o cliente tem a chance de reduzir a tarifa ou até mesmo zerá-la.

Optar por um cartão com esse benefício pode ser o mais indicado para quem gasta muito no crédito todos os meses. Com o esquema de recompensas, todas as despesas vão se somar para um débito maior no valor da anuidade. Nesse caso, a dica é observar com atenção o funcionamento do seu programa de pontos. Lembre-se também que esse tipo de bônus pode dificultar o uso do programa para obtenção de milhas e outras recompensas.

Cancele o Cartão

Dizer que vai cancelar o cartão é uma boa estratégia para quem quer “chantagear” a administradora ou o banco. No entanto, se mesmo assim a instituição não ceder, talvez seja realmente a hora de partir para outras experiências. Como comentamos antes, existem vários produtos que oferecem, logo de cara, a isenção da anuidade. Diante disso, não vale a pena ficar “agarrado” a um cartão que não é flexível nem atende às suas necessidades.

O nosso blog pode ser uma excelente ferramenta para que você encontre opções mais adequadas para o seu bolso e vantajosas. Navegue pelas diferentes instituições que oferecem cartões e faça buscas com palavras-chave relacionadas ao que você procura. Assim ficará fácil encontrar um cartão bem mais econômico.

Negociar e cancelar

Negociar e cancelar

Tente Reduzir o Valor da Cobrança

Dependendo das condições, pode ser um pouco mais complicado conseguir a gratuidade total da cobrança, mas ainda assim é possível reduzi-la bastante. Numa negociação com o banco, assim como mencionamos acima, os mesmo argumentos podem ser usados para conseguir um bom desconto no valor da anuidade. Além disso, quem não tem o hábito de fazer compras internacionais nem utiliza os programas de recompensa pode optar por um cartão de crédito mais simples, como os modelos básicos, que geralmente contam com anuidades reduzidas.

A dica, nesse caso, é procurar por cartões mais adequados ao seu perfil de uso. A regra é simples: se você usa muito o cartão de crédito, esse é um bom argumento para a administradora te dar um desconto; por outro lado, se você é do tipo econômico, não há razão para gastar muito com a anuidade. Em resumo, sempre dá pra tentar uma redução da cobrança.

Postado por Mila Silva. Veja mais cartões de crédito emitidos por: Artigos e também com características semelhantes: , , , , , , , ,
RSS por email

Deixe sua opinião “Como NÃO Pagar Anuidade no Cartão de Crédito