Conheça o valor ideal para o limite do seu cartão de crédito

Vários leitores nos perguntam sobre como aumentar o limite de crédito do cartão, mas será que ter um limite alto é realmente a melhor opção?

Quando adquirimos um cartão de crédito, é fundamental compreender como funciona o limite e adequar esse valor ao nosso perfil de consumo. Essa adequação, diferentemente do que muitas pessoas pensam, não é feita com base na “vontade de gastar” e sim nas reais possibilidades de pagamento do crédito.

Com relação ao funcionamento do limite, é sempre bom lembrar que ele corresponde ao valor total que a administradora está disposta a te emprestar. Assim, se o seu limite é de R$2 mil, todas as despesas feitas com o cartão, sejam elas parceladas ou à vista, comprometem esse valor máximo.

Outro ponto importante é que o limite não deve ser gasto totalmente. O ideal é manter o uso saudável do limite de crédito. A indicação dos especialistas é não gastar mensalmente mais do que 30% do seu limite. O restante deve ficar disponível para situações emergenciais e compras parceladas eventuais.

O Limite Ideal Para o Meu Cartão

O limite ideal do cartão de crédito é aquele que você consegue pagar. O pagamento da fatura, como sempre enfatizamos aqui no blog, deve ser feito de forma integral e sem atrasos, a fim de evitar juros e multas. Assim, se o seus gastos não cabem no orçamento, o que acaba acontecendo é o endividamento.

Em média, podemos dizer que o limite não pode ultrapassar 35% da renda mensal. Porém, esse valor de referência deve tomar como base o seus gastos e o modo como você usa o cartão. Para pessoas que compram muito com o cartão de crédito, essa porcentagem até pode ser maior, desde que você tenha em mente a obrigatoriedade do pagamento do valor integral da fatura todos os meses.

Limite de crédito do cartão

Saiba como chegar a um limite de crédito adequado para sua renda

Vários Cartões, Vários Limites

Os bancos e financeiras fazem uma análise de crédito antes de emitir um cartão de crédito. Essa análise nem sempre é justa, mas pode servir como ponto de partida para que você adéque o seu limite à sua renda.

O problema é que muitos consumidores acabam somando vários cartões na carteira. Vamos supor que, após a análise, o banco decide liberar um limite de R$1 mil. Supondo ainda que sua renda seja de R$3 mil, esse limite está razoável para o quanto você ganha. Porém, se você opta por fazer 4 cartões de crédito com o mesmo limite em instituições financeiras diferentes, o limite ultrapassa, e muito, sua renda. Esta é uma ótima fórmula para o endividamento.

O ideal é ter apenas um cartão de crédito com as melhores condições possíveis. Se você quiser ter mais de um cartão, é bom lembrar que os limites se somam. Dessa forma, se você gastar muito em todos eles, poderá ter sérias dificuldades para arcar com todas as faturas.

Limite de Crédito Não É Renda

Outra confusão comum é acrescentar o limite do cartão à renda. Muita gente pensa da seguinte forma: eu ganho R$2 mil por mês e tenho um limite de R$1 mil no cartão, então posso gastar R$3 mil. É claro que essa fórmula está equivocada por uma razão bem simples. Você precisará usar a sua renda para pagar a fatura do cartão. Assim, o limite, ou pelo menos o total das despesas do mês, deve ser subtraído de sua renda.

A ideia mais acertada é: ganho R$2 mil e tenho limite R$1 mil no cartão, então, se estourar meu limite, terei que sobreviver com apenas R$1 mil durante todo o mês. Se você tem dúvidas, o melhor a fazer é sempre colocar todos os seus gastos na ponta do lápis ou usar uma planilha para organizar suas finanças. Assim ficará mais fácil visualizar essas regras.

Postado por Mila Silva. Veja mais cartões de crédito emitidos por: Artigos e também com características semelhantes: , , , , ,
RSS por email

Deixe sua opinião “Conheça o valor ideal para o limite do seu cartão de crédito